quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Fenty Beauty e a importância dos vários pantones das pessoas


Não sou fã d Rihanna artisticamente, começo por dizer isto, sem qualquer intenção de ofender alguém. Não amei também as peças da colaboração Fenty x Puma porque simplesmente não têm nada a ver com o meu estilo pessoal.

Por isso, foi com grande desinteresse que recebi a Fenty Beauty. No entanto, seria difícil ficar de fora em relação ao entusiasmo deste lançamento e, como é natural, lá fui eu ver do que se trata. Para minha surpresa, comecei por amar o design das embalagens. Minimalista e interessante, para a linha de preço média é algo diferente e refrescante.

Depois, fiquei mesmo de queixo caído: 40 cores de base no lançamento. Nunca nenhuma marca alguma vez o fez e achei extraordinário da parte da Rihanna preocupar-se, não só com os seus problemas e do tom de pele dela, mas com os de toda a gente, ao contrário de tantas outras celebridades antes dela e de todas as cores.

Subitamente, estou com vontade de comprar tudo, mas o primer, o iluminador em pó e algum dos sticks terão prioridade.

Sei que isto é daquelas coisas parvas vinda de alguém branca como a cal, mas existe uma série de pessoas que não conseguia comprar base na Sephora por todo o mundo que, finalmente, agora pode. E as marcas que não se ponham com a história das minorias, minoria é cada um de nós que é diferente em si mesmo, não existem minorias, toda a gente tem direito a ter um produto para si, do mais claro, ao mais escuro.

Se, como eu, estão cheias de curiosidade de meter a mãozinha nos produtos, a maneira mais fácil será talvez mandando vir da Sephora francesa que envia para cá por 12€.

Ide e espalhai base irmãos e irmãs!

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Wishlist Setembro


E chegou Setembro, o melhor mês do ano! Será porque faço anos em Setembro? Não, nunca seria parcial dessa forma! (eheh)

Como eu nasci e esse acontecimento marcou a Humanidade numa escala só comparável à do Natal, acho que seria a ocasião perfeita para estourar um ordenado em skincare porque isso é só razoável. Ahah, brincadeirinha, preciso de comer!

Assim, fico-me pelos desejos que poderão (ou não) vir a ser adquiridos durante um espaço de tempo razoável e quando terminar tantas e tantas coisas que tenho lá em casa. Este ano não existe nem maquilhagem, nem perfumes, pois fiz uma análise recentemente às minhas colecções e cheguei à conclusão que tenho maquilhagem e perfume suficiente para todas as pessoas das regiões autónomas portuguesas. Ando a purgar alguma dela porque, no final do dia, só tenho mesmo uma cara, enquanto cimento amizades baseadas no interesse pela minha maquilhagem (eu sei que sim, não mintam!). Já para barrar na cara, preciso e sempre precisarei de coisas, pelo que vamos aproveitar que a minha pele decidiu deixar de entrar em erupção dia sim dia sim para ir à loucura e voltar a irritá-la.

Em primeiro lugar temos a máscara Honey Potion da Farmacy, uma marca cujo nome é genial (farm + pharmacy porra, quem me dera ter sido eu a ter tido esta ideia!) que diz que acalma e hidrata, que são duas palavras que me vendem quase tudo.

Depois, o Trial Kit da mesma Farmacy que tem dois hidratantes mini, um sérum mini e um pó esfoliante, que me permitiria ver se a minha pele se ia dar bem com a marca sem um compromi$$o total.

Depois, o Tundra Chaga da Blithe, cujo nome só me faz lembrar o início desta música e, rio-me sempre imenso. Parvoíces à parte, este creme em sérum é extremamente hidratante e anti-oxidante e ajuda na firmeza, que afinal, a idade diz que avança e a pessoa precisa de ajudas extra nesta altura da vida.

Outra marca que também envolve quintas é a Thank You Farmer, esta já vem, no entanto, do Oriente. tenho a mira apontada a este Sun Project Shimmer Sun Essence SPF50 que é um SPF que é como um primer iluminador. Coraçõeeees e preciso já para ontem.

Depois, ando a namorar a Tata Harper desde sempre, embora considere os preços ridículos. Gostava, no entanto, de experimentar um kit da marca e ver se a minha pele se dá bem com os produtos, também.

Por fim, o Emma Hardie Cleansing Balm é algo que já tenho na mira há séculos. Embora não seja minimamente um investimento que vou fazer para já, porque neste momento tenho demasiados produtos de limpeza em casa por abrir, quero mesmo tê-lo na vida.

E vocês, para onde está a pender a vossa carteira neste mês?

domingo, 10 de setembro de 2017

Video - HUGE Makeup Haul - French Pharmacy, NYC, Space NK, Colourpop...



Products mentioned: - Physiogel A.I. cream; - Nuxe Rêve de miel lip balm: - Dermophil Indien lip balm; - Etiaxil deódorant; - Dr Jart Dermaclear mask kit; - Dr Jart Ceramidin moisturizer; - By Terry rouge expert click stick in "02"; - Bite Multi Stick "lotus"; - Glossier balm dot com "mint"; - Ko Gen Do Aqua Foundation; - Clé de Peau concealer; - By Terry Sun Designer Palette; - Colourpop lippiestix "bootie"; - Colourpop supershock shadow "mixed tape"; - Colourpop supershock shadow "so quiche"; - Colourpop supershock shadow "bae"

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Review - Avon Mark Spectralash Mascara



Aqui há tempos, a Avon convidou-me para o lançamento da sua mais recente linha, a Mark. Esta gama de maquilhagem da Avon pretende ser jovem e divertida, com opções de cor para experimentar e tornar  maquilhagem divertida.

Dos vários produtos que testei desta linha, destacam-se sem dúvida dois: a Spectralash Mascara* e as sombras em creme (a discutir noutros "carnavais"). A Spectralash Mascara* já existia na cartela de produtos da Avon, inserida noutra linha e com outra roupagem. Agora, com o novo re-branding da coisa, ganhou uma embalagem a preto e branco e a assinatura Mark.

Esta máscara tem a particularidade de ser regulável, ou seja, ali em baixo podem oservar uma roda branca com um "1, 2, 3" que define portanto a intensidade do resultado que poderão ter. Este mecanismo não é exclusivo ou novo, mas basicamente o que faz é regular a quantidade de produto que vem na escova (creio que neste caso é por ir alargando o depósito em que a escova passa). Quanto mais máscara vier agarrada à escova, mais volume terão as pestanas. Pessoalmente, prefiro a posição 1 por ser possível ir construindo o resultado e não acabar com uma só pestana.

Gosto muito do resultado final, acabando com pestanas separadas, mas volumosas. Pessoalmente e como já devem ter reparado por aqui, eu tenho mão pesada no que toca a rímel, por isso, gosto mesmo do efeito desta. Vem agora a desvantagem e onde as minhas máscaras de pestanas favoritas marcam pontos ao contrário desta: ao final do dia.

Esta não é uma máscara à prova de água mas, na altura da remoção, parece!!! Quase todas as máscaras que costumo usar são fáceis de remover com água micelar mas esta, para além da textura, a quantidade de pigmento preto que tem, faz com que pareça que temos um smokey eye preto todos os dias, na hora de remover. Ou seja, é muito difícil de remover e envolve múltiplos discos de algodão e mais paciência do que eu costumo ter disponível por essa hora do dia. Mesmo com óleo desmaquilhante ou desmaquilhante bifásico, a tarefa não fica muito mais facilitada...

É realmente uma pena esta limitação, pois o efeito final é magnífico e não esfarela ao longo do dia. A melhor notícia é que esta máscara custa normalmente 14€ (embora esteja frequentemente em promoção) e deixa as pestanas fantásticas, quanto ao resto... Bom, depende da paciência de cada um!

3/5 - Razoável

*Produto gentilmente cedido pela Avon para review neste blog.