terça-feira, 15 de Abril de 2014

Queen of the beach

O calor está timidamente a chegar, e com ele geralmente empurramos os secadores para longe e deixamos secar ao natural. Mas como ninguém está 100% satisfeito com o que tem, aqui vai uma dica que pode dar uma ajudinha, tanto a cabelos ondulados como lisos e escorridos (para cabelos muito encaracolados duvido que algum destes produtos surta qualquer efeito ou se tiverem o cabelo grosso e pesado).

Sea salt sprays


1- Bumble & Bumble Surf Spray - cerca de 32€, na Sephora
2- Sachajuan Ocean Mist - aqui;
3- Kérastase Spray à Porter - aqui;
4- Philip B Maui Wowie - aqui;
5- Ouidad Sea Spray - aqui;
6- Davines nº 14 Sea Salt primer of wizards - em cabeleireiros da marca;
7- John Masters Organics Sea mist - aqui.

Se o vosso cabelo for muito liso, podem optar por qualquer um destes, mas a melhor maneira de conseguirem volume é usá-los a todos como o Surf Spray (1) deve ser usado: em cabelo húmido, espalhado pelas raízes para dar volume e depois distribuído pelo resto do cabelo. O que estes sprays fazem é dar textura e fazem parecer o cabelo mais "grosso", dando aquele efeito de quem saiu da praia. No cabelo ondulado como o meu, aconselho quando o cabelo ainda está húmido a distribuír por todo o lado (sem se focarem nas raízes para não ter demasiado volume).

Et voilá, têm fixação, frizz controlado e definição tudo junto, num produto. Sou fã deste tipo de spray há anos e, desde que os descobri que não quero outra coisa, o seu único inconveniente é o facto de secarem o cabelo um pouco (por terem sal), pelo que aconselho hidratação reforçada quando os usarem! Aqui fica o meu truque para cabelo descomplicado de celebridade em menos de 2 minutos.

domingo, 13 de Abril de 2014

Review: Clarins Radiance-Plus Golden Glow Booster

Tem sido um loooongo Inverno e, não sei quanto a vocês, mas das últimas vezes que saí de casa sem maquilhagem, recebo sempre comentários amorosos em que me perguntam se estou doente ou cansada (um beijinho para essas pessoas que fazem esses comentários <3). Não sou, de todo, uma pessoa de autobronzeador, mas quando a Clarins me enviou este Radiance-Plus Golden Glow Booster*, eu li glow e pensei "why not?".

Trata-se de um concentrado que se pode misturar ou com o hidratante, ou com o sérum e que dá à pele um aspecto de primeiro dia de praia! A parte inovadora em relação a tantos outros produtos semelhantes do mercado é o facto de podermos ser nós a regular a quantidade: com uma gota deixam só de brilhar no escuro, com 3 gotas já parece que estiveram todo o dia ao sol, o que é bastante agradável. Tem um efeito cumulativo, por isso não aconselho mais de 3 dias seguidos e sempre sempre misturado com o sérum ou hidratante porque ele não foi feito para ser usado sozinho!


Um produto que cumpre exactamente o que promete? Verdade! E melhor ainda, os resultados não são apenas super subtis, outras pessoas conseguem notar também, embora ao mesmo tempo, não seja nada tão drástico que fiquem subitamente laranjas, simplesmente dá aquele ar de quem andou na rua e não em frente ao computador todos os dias.

Tem ainda o maravilhoso bónus de uniformizar a tez e disfarçar alguma imperfeição e até cicatriz que tenhamos deixada por alguma borbulha, para além do "glow" que já referi que quase dispensa iluminador.

5/5 estrelas - excelente!
Para quem está farta de comentários constantes sobre a sua brancura esplendorosa, a solução está a 22,50€ (menos 20% constantes, vá) de distância.

*Produto cedido pela marca para review.

terça-feira, 8 de Abril de 2014

Um batom por dia nem sabe o bem que lhe fazia #4

Hoje esta rúbrica tem um tema: batons em lápis! Práticos de aplicar, confortáveis nos lábios, lentamente tomaram conta da minha colecção e das minhas preferências. Hoje mostro-vos todos os que tenho!









De todos, os meus favoritos são os da Revlon (vejam o avanço do Crush que é o mais antigo...) e os novos lacquer balms surpreendentemente duram-me bem mais nos lábios que os seus irmãos matte! Estou impressionadíssima com a fórmula, o acabamento e duração destes batons. Para culminar ainda sabem a menta!

Já o da Catrice é muito hidratante e também adoro ver nos meus lábios, o único senão é não deixar stain, tornando-se por isso menos duradouro, o da Beauty UK é mais "ceroso" e tem a cor mais ténue de todos, mas deixa uma mancha poderosíssima! Podem encontrar todos estes produtos aqui, excepto o da Catrice, disponível nas Well's!



Os batons Revlon JKBS em Honey, os lacquer balms e o Beauty UK posh pout foram oferecidos pelas marcas para review. Os outros dois batons foram comprados por mim.

Favoritos de Março





- Melvita Eau Extraordinaire Narcisse - no beautybay.com;
- Indeed Labs Hydraluron - na Boots.com;
- Sampar Peeling Equilibre Moussant - na Sephora;
- Rodial Hyaluronic Dragon's Blood - na asos.com e na Skinlike;
- Rodial 5 Minute Facial- na asos.com e na Skinlife;
- Phyto 7 - em farmácias;
- TréSemme protector de calor - em supermercados;
- Clarins Jolie Rouge Brillant "tropical pink" e "pink orchid"* - em perfumarias;
- Tarte 12-hour Amazonian Clay Blush em "Dollface";
- Dior Miss Dior Chérrie - em perfumarias;
- The Body Shop Blueberry Body Scrub* - na The Body Shop.

*Produtos cedidos pelas marcas para review.

quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Das regras

Houve uma série de situações conjuntas que me levaram a escrever este post. Uma das mais recentes no facebook do blog em que me instruíram que se devia usar um peeling de forma mensal, e eu decidi falar-vos do que acho sobre regras na cosmética.

Em primeiro lugar perguntem-se: quem inventou esta regra??? Mas quem é que disse isto? E quando descobrirem o quem, procurem o porquê, que geralmente é ridículo só. Há por aí muita gente que diz que só podemos usar cremes anti-rugas a partir dos 35 anos porque, no dia em que fazem 35 anos os vossos fibrócitos gritam todos "MAYDAY MAYDAY ela está velha!!!! Entrar em shutdown!!!". Isto na precisa hora em que fizeram anos, estão a ver isto a acontecer ao estilo das células intestinais nos anúncios da Activia não estão? Pois.

Na cosmética não existem regras, existem direcções gerais dadas pelas marcas para alegadamente facilitar a vida ao consumidor, mas cada indivíduo tem a sua pele e cada pele é diferente da anterior. A título de exemplo, a minha pele é uma preguiçosa, se não a estimular 2 vezes por semana com um esfoliante (vou rodando entre os tipos, já falei sobre isso aqui no blog), cria imensas acumulações de gordura no finzinho da epiderme que são irritantes e, por vezes, dolorosas. É, simultaneamente, uma pele excessivamente seca, por isso a esfoliação que lhe faço é sempre seguida de compensação lipídica (como devem ser quase todas) o mais rica que conseguir. E sim, uso cremes anti-rugas e não, não me "pesam na cara e agora fiquei com rugas porque o peso do creme faz rugas". Riso.

Numa pele reactiva desaconselho por exemplo o uso de esfoliantes tanta vez (uma vez por semana é suficiente) e desaconselho AHA's e BHA's, devendo ser substituídos por esfoliantes enzimáticos, porque uma pele reactiva é mais fina, não suporta tanta abrasão.

Quanto aos anti-rugas, algumas das teorias da conspiração que já ouvi são como a anterior, hilariantes! Incluem a criação de rugas por usar anti-rugas (confuso, eu sei). Mas a verdade é que todas as peles têm necessidades diferentes, algumas precisam de água, outras como a minha precisam de gorduras e de fibras elásticas e por isso chamam-se as texturas gordas, as ceramidas. Uma pele mais envelhecida é uma pele mais seca, daí as texturas serem mais adequadas, mas isso não impede que as peles secas não amem um creme para "50+". Já uma jovem a usar um retinol não é bem parvo, mas é desnecessário, já que a juventude tem a vantagem de ter elasticidade em todo o lado, desde a pele, ao passo.

Por isso, o meu conselho é: pensem antes de acreditarem em tudo o que vos dizem! Não tomem nada por garantido só porque a marca x ou a conselheira y vos disse tal coisa, pesquisem, pensem se o que vos está a ser dito faz sentido! Porque se calhar uma pele oleosa precisava mesmo era de cremes para "primeiras rugas" com ácido hialurónico para reequilibrar a hidratação da pele.

quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Como ser bonita em tempos de crise: Parecido, mas mais barato

Já tinha saudades de fazer algo no âmbito desta rubrica e hoje trago um negócio da China! Há uns tempos a amorosa Coisas e Cenas ofereceu-me este "Cinzento disse ela" da colecção da Pipoca para a INOCOS porque eu nunca tinha experimentado nenhum verniz desta marca portuguesa. Pois que o fui comparar ao que cá tinha em casa quando o apliquei e percebi que era igualzinho ao Nails Inc em "the Thames" que já cá tinha de um kit da Nails inc que comprei em promoção.



A minha preferência pelos Nails Inc costumava ser porque é das fórmulas que melhor se porta nas minhas unhas e que me dura uma semana inteira, acontece que a INOCOS foi a única das mais baratas que me durou o mesmo tempo, o que faz com que a diferença dos 13€ para os 3€ da INOCOS torna-se a modos que ridícula. Se querem investir num cinzento escuro elegante, fica a dica, apontem para o "cinzento disse ela"!

domingo, 30 de Março de 2014

Review: Glamglow Brightmud Eye Treatment

Falei aqui há tempos no meu vídeo de favoritos de Janeiro, do quão fantástica é esta máscara de olhos, hoje explico-vos porquê. A Glam Glow brightmud eye treatment* é uma máscara flash para a área periocular, o que faz dela um produto único no mercado. Deve ser usada em tratamento flash quando nos sentimos cansadas e com olheiras até ao umbigo. Vá, antes de uma ocasião especial (em resposta ao que provavelmente pensaram face à afirmação anterior: "o quê, todos os dias?").







Dentro da embalagem encontram-se várias doses semelhantes a lentes de contacto descartáveis no exterior (acho eu, que nunca usei lentes, mas as que vi costumam ser assim), que albergam no seu interior um creme com bocados de folha de chá verde. Não sei poque é que a GlamGlow insiste nas folhas de chá verde (mesmo mesmo) em todo o santo produto, mas pronto, já se percebeu que é para sabermos que é deles quando abrimos a embalagem. Pode ser aplicado em toda a área periocular com "batidas" e removido após 3 minutos com um kleenex, nunca deixando secar o produto.

Vou-vos falar primeiro dos ingredientes porque sou eu, e é para onde eu olho primeiro também. A lama presente nesta mudmask em específico, é a bentonite, uma lama que são basicamente cinzas vulcânicas, rica nalguns minerais interessantíssimos e muito fina.

Na segunda linha da formulação aparece logo uma coisa que me entusiasmou: ectoína. A ectoína tem estado in the back of my mind, desde que a ATL lançou um creme para pele atópica com este extra, e eu na altura fui investigar do que se tratava. Trata-se de um composto produzido por uma bactéria que actua retendo a água para a bactéria sobreviver, neste caso em concreto, retendo a água na pele, e protegendo-a da desidratação. Uma alternativa brutalmente interessante ao ácido hialurónico portanto, que funciona de uma maneira ligeiramente diferente. Pelos vistos também não é uma coisita barata, pelo amostra do tal creme da ATL e de um concentrado de ectoína da État Pur, que também não é dos mais baratos que têm. Curiosamente, este composto é também usado em gotas nasais e oculares em situações alérgicas, mais uma vez para hidratar as mucosas.

Esta ectoína esta inserida no que a marca chama "Juvelane" que dizem eles ser um conjunto de anéis de titânio que activam a produção de fibras elásticas. Neste complexo figura ainda a dihidroximetilcromona que é uma coisinha patenteada sobre a qual pouco descobri, mas que a GlamGlow diz que estimula a síntese do colagénio e reduz a sua degradação, inclui um ciclopéptido que dizem só que combate os sinais de envelhecimento (eu cá gosto por ser um "agrupamento molecular" redondo, coisa que me agrada sempre) e deve ter funções de "enchimento" ou de veiculação aqui nesta formulação. Inclui-se ainda nesta "salada" um troxerutin, um bioflavonóide que basicamente é um anti-oxidante e estimula a circulação (primo daquelas coisas dos Antistax e Daflons da vida).

Para além disto tudo, há ainda cafeína sob todas as formas e feitios: guaraná, café, chá verde, menta como vasoconstritora também e anti-oxidantes como os da camélia e do cacau.

Resumindo isto tudo? Isto não é só bom, é maravilhoso.

Não imagino os anos que isto levou a formular e percebo pereitamente o preço de 49,95 € por 12 unidades (que dariam para 12 usos mas, na verdade para mim vão-me dar 24 porque acho mais que suficiente uma "cápsula" para os dois olhos) e os resultados são de facto, surpreendentes. Se repararem acima, a parte castanha da minha olheira desapareceu bastante e a parte roxa ficou também menos aparente. Para além disso, a zona periocular fica ainda hidratada e pronta para receber maquilhagem.

Este produto pode ser usado por toda a gente (senhores e senhoras!) que tenha olheiras e sinta frequentemente ao olhar para o espelho que parece cansado.

5/5 estrelas - excelente!!!
Não é um produto essencial à vida, como é óbvio, mas se faz diferença? Ah pois faz sim senhores!

*Produto cedido pela marca para review.

sexta-feira, 28 de Março de 2014

Compras dos últimos tempos




Rodial - Showroomprivé (mas podem encontrar de forma permanente na asos.com)

- Stem cell super-food cleanser;
- Stem cell super-food day cream;
- 5 minute facial mask;
- Dragon's blood hyaluronic mask;

- Bioderma Photoderm AR 50+ (em farmácias);

Guerlain (em perfumarias):

- Quad "les fumés";
- Blush "peach boy";
- Rouge G "gracy";
- Rouge G l'elixir "gourmandise" e "envie".

Sampar (na Sephora):

- Brume de hydratation intense;
- kit: So much to dew midnight mask; So much to dew cream; Merveill'yeux roll-on.
- So much to dew cream;
- Peeling equilibre moussant.

- Urban Dcay 24/7 glide-on pencil "flipside"

domingo, 23 de Março de 2014

Há vida para além dos cremes - Mesoterapia


Aqui há tempos fui a uma apresentação da Mesoestetic em que se falava ampolas de mesoterapia, a sua linha Mesohyal. Estão vocês neste momento provavelmente a perguntar-se: meso-quê? Isso, mesoterapia. Trata-se de um tratamento não cirúrgico que envolve múltiplas injecções de algo que vai tratar a pele, passo a explicar em que consiste.

Basicamente trata-se do seguinte: os cremes são porreiros e fazem algum efeito, mas estão muito limitados porque a pele é feita para não entrar grande coisa por ela, senão uma mera exposição de um ser humano a factores externos resultaria na sua morte. Assim, os cremes estão ali à superfície, lá penetra uns 2-5% da maioria das coisas e pronto.

A ideia da mesoterapia é basicamente injectar o que a pele está a precisar, onde ela está a precisar. Isto pode ser vitamina C, ou oligoelementos ou ácido hialurónico no rosto ou carnitina na celulite, ou até outros nas estrias.


Como boa aventureira que sou, fui experimentar uma sessão de mesoterapia com o Dr. Trincheiras, em nome da ciência. Ao contrário do que possa parecer, o procedimento é bastante inócuo e quase indolor, pois foi realizado com uma caneta com múltiplas agulhas minúsculas, ao contrário desta que se vê acima. O procedimento consistiu basicamente no espalhamento de uma destas ampolas pelo rosto todo, que foi em seguida percorrido pelas agulhas. No meu caso a ampola escolhida foi de hidratação lipídica e vitamina C, porque a minha pele é seca e não tem "viço" e a técnica que descrevi acima chama-se "Nappage" (há outras).

As regiões onde notei ligeira dor foi no contorno nasolabial e na região mais próxima dos olhos. No entanto, é uma picada ligeiríssima e nada que suscite reflexos de me levantar e ir embora. Eis que depois disto o dermatologista me manda levantar e ir à minha vida, de preferência não lavando a cara para maximizar a absorção de produto. Quando saí do consultório a primeira coisa que fiz foi olhar-me ao espelho, meio a medo. Não fiquei desiludida, a minha cara estava estupidamente vermelha e o conteúdo da ampola estava a começar a secar. Estava super sexy. Não tirei fotos porque há limites para o oversharing! Os planos para o que quer que fosse que envolvesse sair de casa nesse dia estavam portanto cancelados.

No dia seguinte estava mais que ansiosa para ver o que estava por debaixo de uma crosta seca de produto e não fiquei desiludida, de facto a pele do rosto estava assim um sonho de suavidade, notei que os cremes eram absorvidos mais rapidamente e a maquilhagem assentava melhor.

Se eu sou nova para este tipo de procedimento? É um pouco relativo, este procedimento pode ser feito em qualquer altura (de forma razoável só a partir aí dos 20 e poucos...) mas a beleza destes tratamentos é que podem fazer diferenças não só hoje, como no futuro pois começamos a envelhecer a partir do dia em que nascemos! Se repetirei constantemente? Para já, não creio, embora tenha amado os resultados.

Não tive qualquer qualquer reacção adversa ao tratamento, nem sequer hipersensibilização. Fica o vídeo de uma demostração de uma aplicação ligeiramente diferente da que referi, que alguns dermatologistas realizam.


Espero que tenham gostado da partilha desta experiência e, como conselho final, se desejarem realizar algum destes procedimentos, aconselho que vão exclusivamente a um dermatologista, por mais que existam esteticistas que dizem que realizam este tipo de tratamentos, não coloquem a vossa cara, rabiosque ou o que seja nas mãos de alguém que não tem a mínima formação para realizar este tipo de tratamento! Mais vale por vezes, aguardar até possuir o dinheiro para o investimento correcto do que fazer num gabinete de estética e arranjar graves complicações.