quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Review: Revlon Lash Potion

Tenho andado desaparecida destas lides do blog, não propositadamente, mas porque um conjunto de situações me tomaram tempo que estava reservado para o blog e, por isso, as prioridades foram estabelecidas. No entanto, posso-vos dizer que estava cheia cheia de saudades de escrever por aqui!

Máscara de pestanas é daqueles produtos que, pensar-se-ia que seria um produto directo de avaliar, como um batom, mas isso não poderia estar mais longe da verdade. Há máscaras que pioram com o tempo (engrossam tanto que ficamos monopestana, esfarelam...) enquanto outras, como esta Revlon Lash Potion*, só melhoram. Quando a abri pela primeira vez, não dava nada por ela mas, pu-la de lado umas semanas porque estava a terminar outra e quando lhe voltei a pegar pensei "oláaa que isto afinal agora é outra fruta!".




Posso-vos dizer que há algum tempo que mais nenhuma máscara me satisfazia como a Covergirl LashBlast, e esta conseguiu fazê-lo: não esfarela ao longo do dia, separa, alonga, é um sonho para retirar porque sai rapidamente com água micelar e, não borra. Cheira-me que vou recorrer a ela com regularidade.

5/5 estrelas - excelente!
Pode ser adquirida directamente através da Revlon (com desconto se referirem que são leitoras do blog) e custa cerca de 11€ (sem o supracitado desconto).

*Produto gentilmente oferecido pela marca para testes e divulgação.

domingo, 24 de Agosto de 2014

Favoritos de Julho 2014



Produtos mencionados por ordem de menção:

- Caudalie soin corps nourissant lait (em farmácias)*;
- Rodial StemCell Superfood Cleanser (em vários sites e fisicamente na Skinlife);
- Gatineau Active Éclat Soin Flash enérgisant lumiére (no facebook da marca podem encomendar com desconto, se referirem que são leitores do blog ou na Kitchen Makeup Boutique da Av. de Roma)*;
- Mesoestetic Anti-Stress face mask (no e-beautycare);
- Bobbi Brown longwear cream shadow em "slate" (no El Corte Inglés);
- Dior BB eye cream em 01 (em perfumarias);
- By Terry Cellularose Blush Glacé em "frozen petal" (no SpaceNK);
- Nars cream blush "cactus flower" (no site da marca);

*Produtos gentilmente oferecidos pelas marcas para review.

domingo, 3 de Agosto de 2014

Anti-oxidantes - Parte I

Todos os anos há uma "pancada" que afecta a humanidade, nos últimos anos tem sido usar as palavras anti-oxidante a pontapé. "Come *inserir nome de fruto exótico* que é super anti-oxidante!". Lentamente, fomos introduzindo no nosso vocabulário as palavras anti-oxidante e passou a ser um termo perfeitamente banal e usado aos pontapés em relação a tudo. Agora pergunto, mas sabem o que é efectivamente um anti-oxidante e o que faz? Continuem a ler e eu prometo esclarecer tudo.

Para compreender o que é um anti-oxidante, vamos primeiro compreender o processo que este combate: o stress oxidativo. O stress oxidativo consiste basicamente na presença de espécies reactivas de oxigénio que causam o envelhecimento e, ao longo dos anos podem causar doenças como o cancro e doenças neurodegenerativas entre tantas outras que se suspeita terem origem num desiquilíbrio destes. No entanto, o nosso organismo possui a capacidade de neutralizar estas espécies reactivas de oxigénio, na sua grande maioria, mantendo o equilíbrio redox do organismo e a saúde das nossas células, embora o envelhecimento não consiga nunca ser combatido, como se sabe, embora se desconheça ao certo o porquê!

Vou tentar explicar isto de uma maneira relativamente simples, mas aviso desde já que Bioquímica nunca foi o meu forte: pensem neste processo como um jogo onde os peróxidos ou um radical livre (ou outra espécie de oxigénio reactiva) roubam às nossas células um electrão, do qual precisa muito para manter o seu metabolismo normal e para sobreviver, basicamente. A célula fica "desesperada" sem esse electrão e, se for uma célula "saudável", com "os chakras alinhadinhos" (brincadeirinha, a quem não percebe ironia, boa?), recupera deste golpe sozinha e prossegue na sua vidinha. Se for uma célula mais infeliz da vida dela, vai fazer uma de duas coisas: ou vai roubar o que precisa da célula do lado, ou vai suicidar-se placidamente, qualquer uma delas vai causar um desquilíbrio. Quando uma disrupção destas ocorre e não é corrigida, os danos podem ser incorporados no DNA, surgindo mutações neste e consequentemente nas proteínas que são transcritas através deste.

E o que faz com que estas espécies reactivas oxidantes existam no nosso organismo? Fenómenos que todos conhecemos como o stress, poluição, má alimentação, que se traduzem num desequilíbrio de espécies reactivas de oxigénio.

Vejam como é pseudo-intelectual colocar aqui um esquema com mutas setinhas!

Eu sei que não é um processo básico (e eu cortei aí umas 20.000 etapas e termos importantes, os cientistas que lerem isto, que me perdoem o sacrilégio, sim?), mas eu tenho dificuldade em compreênde-lo em toda a sua plenitude, e sinceramente, nunca ninguém mo explicou até hoje de forma muito eficiente também, por isso espero que vos dê uma ideia geral do que se passa milhares de vezes ao dia, no vosso organismo e do quão maravilhoso ele é a combater o que lhe faz mal. A máquina da natureza nunca deixa de me abismar...

Vamos então passar ao que é um anti-oxidante! Um anti-oxidante é então um composto que tem protões daqueles que precisamos em excesso e que os pode ceder à vontade às nossas células, impedindo-as de ter danos. Agora que já esclareci o que é o stress oxidativo, fica bem mais fácil. Basicamente são compostos "protectores" que nos cedem o que precisamos quando precisamos.



A maioria dos alimentos que vêm da natureza (com excepção, talvez, da carne, que não tenho a certeza, atenção) têm algum potencial anti-oxidante, embora uns tenham mais que outros. No entanto até os alimentos apodrecem e, adivinhem o que é apodrecer? Isso mesmo, oxidação.

Há uns anos atrás, pensou-se que seria uma ideia fixe espalhar anti-oxidantes na pele a ver se ajudava alguma coisa no envelhecimento e constatou-se que sim, que topicamente há algum efeito.

No próximo capítulo desta novela vamos falar sobre alguns dos que existem no mercado e o que é que têm que combate a oxidação e pode ser que me apeteça falar de uma coisa que é o PAO (potencial anti-oxidante).

Estamos conversados em relação a esta parte?

segunda-feira, 14 de Julho de 2014

Produtos acabados #10



- L'Óreal Elnett Satin cabelos secos - em supermercados;
- Schwarzkopf Seah Cashmere shampoo e conditioner* - em cabeleireiros;
- Schwarzkopf Essencity colour and moisture máscara* - em cabeleireiros;
- Fekkai creme anti-frizz;
- Schwarzkop BC repair rescue leave-in* - em cabeleireiros;
- The Body Shop Vineard Peach Shower gel e body butter*;
- Nivea anti-celulítico - em supermercados;
- Vichy Acqua Destock anti-celulítico* - em farmácias;
- Lycia desodorizante invisível - em supermercados;
- Dove desodorizante original - em supermercados;
- Toalhitas H&M;
- Revirador de pestanas H&M;
- Kanebo Sensai Smoothing after sun mask - em perfumarias;
- Kiehl's Advocado eye cream e powerful wrinkle reducing eye cream - na Kiehl's;
- Algenist Algae Brightening Mask - na Sephora;
- O Boticário Active Dermato Peeling cristal* - n'O Boticário;
- REN zoostera marina confort cleansing milk - descontinuado;
- Ducray Ictyane HD - em farmácias;
- Essence máscara transparente - na Well's;
- Risqué Amolecedor de cutículas;
- Too Faced Shadow Insurance - na Sephora;
- État Pur Bisabolol A41 - em etatpur.com ou no showroomprive ocasionalmente;
- The Body Shop Vitamin E face mist;
- Anne Moller Perfectia Day Cream* - em perfumarias.

*Produtos oferecidos pelas marcas para review.

domingo, 6 de Julho de 2014

Beleza no trabalho

Como devem calcular, eu acordo perfeita todos os dia, já maquilhada e tudo mais. Mas, ao longo do dia é preciso manter esta perfeição com que nasci, por isso, mantenho nas minhas gavetas um arsenal de coisas para me manter fresca e fofa, que partilho convosco, caso achem relevante.



Comecemos por odores corporais, porque eles existem, deixemo-nos de tretas e puritanismos, um desodorizante e um perfume mini (que é o sempre clássio Ô da Lancôme)  e uma pasta acompanhada de escova de dentes (porque uma não faz sentido sem a outra) estes são um bocado óbvios, não é verdade?

Passemos para as Nail Polish Remover Pads que por acaso estas são da H&M porque, no dia em que vão ter  uma reunião importante, vai ser o dia em que uma unha se vos vai lascar o verniz completo (aprendi isto na primeira semana) e vão passar a reunião a tentar esconder a dita unha. É feio e mais vale estar sem verniz do que neste preparo, daí estas toalhitas embebidas em acetona, excelente descoberta e também existem da mara continente!

Uma lima também dá sempre jeito porque a vossa unha vai-se esgaçar e vai puxar o collant de um lado ao outo, certo como a morte. Esta é da primark e vem com esta protecção jeitosa e mais umas 5 outras limas por 2€. Tudo o que se quer.

Como dizia a Caroline Hirons no outro dia "I use hand cream like it's going out of fashion" eu não, até começar a trabalhar numa zona onde a água é tão dura que as minhas mãos ficam um nojo depois de as lavar. Por isso, por cada vez que lavo as mãos tento usar o REN citrus limonium prebiotic hand cream e um bocadinho de Rosebud Salve nas cutículas ou nos lábios, quando é preciso.

As cápsulas da Mesoestetic Draining Shock* são porreiras para quem passa o dia todo sentada e faz uma retenção de líquidos do demónio. Aconselho vivamente e não são das mais caras, com o bónus adicional de serem cápsulas e que só as têm de engolir e não de andar a beber água colorida e todos os colegas verem que estão a tentar perder peso (quando na verdade só querem mesmo ir à casa de banho expelir aquilo que vos fica acumulado nas pernas). Quando o calor aperta, para além destas cápsulas serem úteis, a água termal que neste caso é da Vichy também ajuda, para grande gozo dos meus colegas.

Mais uma óbvia, a escova de cabelo da extinta marca de escovas da Jean Louis David (que era óptima, ao contrário dos cabeleireiros) que é pequena e compacta, uma amostra do desmaquilhante da Sisley Eau Efficace e cotonetes para remediar algum problema maquilhístico ao longo do dia!

E vocês, o que mantêm na vossa gaveta da manutenção pessoal?

terça-feira, 1 de Julho de 2014

Review: Clarins Extra-Comfort Anti-Pollution Cleansing Cream

Ao tempo que esperávamos esta review, não é verdade? A razão pela qual demorei tanto a falar sobre este produto prende-se com o facto de a minha pele estar extremamente reactiva, o que me faz precisar ainda de mais tempo para testar produtos e ver os seus efeitos na minha pele, percebendo se é ela que está só no seu estado normal de estupidez ou se é do produto em si.


Ora passemos a este Clarins Extra-Confort Anti-Pollution Cleansing Cream* em si. Este produto veio substituir um anterior que a Clarins tinha na sua linha, apropriado a pele sensível e reactiva, limpando de forma suave. A filosofia deste sucedâneo é semelhante, com alguns bónus adicionados. Trata-se basicamente de uma manteiga em creme desmaquilhante e de limpeza, que possui agentes hidratantes como manteigas de manga e karité, óleo de jojoba (estes últimos ambos riquíssimos em vitamina A,D, E e F), extracto de semente de moringa (anti-oxidante também). Uma das inovações nesta formulação, no entanto, foi a inclusão do complexo baptizado como BioEcolia, um prebiótico da nossa pele (ou seja, alimenta as bactérias das quais necessitamos na nossa pele).

Os surfactantes utilizados na formulação são bastante suaves, e como esperado num creme, não faz qualquer espuma. É um produto muito agradável de massajar no rosto, aconselho a que o removam com uma toalha ou uma musselina, remove toda a maquilhagem, não deixa a pele desconfortável no final e tem ainda o bónus de cheirar a manga e moringa!! Não se pode pedir melhor, um luxo de usar e de sentir e, se ainda usam coisas que fazem espuma, façam um favor à vossa pele e invistam em algo como isto e vão ver as diferenças.

Aconselho a peles mistas e secas, peles oleosas podem achar este produto demasiado pesado para si, embora na verdade ele não vai ficar no rosto e ainda vão utilizar o tónico a seguir, mas acredito que haja pessoas que não gostem da sensação. Este produto está disponível em perfumarias e custa sensivelmente 27€. Provavelmente vou comprar quando este acabar, com todo o gosto, acho a relação qualidade/preço bestial e dura muito mas muito tempo.

*Produto gentilmente cedido pela marca para review.

quarta-feira, 25 de Junho de 2014

Review: Covergirl Lash Blast 24h

Estou farta de aqui falar na Covergirl LashBlast mascara como sendo das minhas máscaras de pestanas favoritas de sempre, a um preço bem simpático. Recentemente encetei um tubo da nova LashBlast 24h, a versão "resistente à água" da máscara original.



Quando eles dizem "resistente à água", nunca sei bem o que lhes diga, porque acho uma designação um nadinha "patega", porque ou é à prova d'água, ou não é, o mais ou menos não existe, mas pronto, neste caso trata-se efectivamente da versão à prova de água que só sai mesmo com desmaquilhante bifásico. Dito isto, tenho a dizer que esta é das melhores máscaras à prova de água que já usei na vida, como esperado. Porquê? Porque, ao contrário de tantas outras semelhantes, não deixa as pestanas duras e inflexíveis e, apesar de só sair com desmaquilhante bifásico, sai à primeira, não é preciso esfregar nem insistir.

Como qualquer outra máscara de pestanas à prova de água, não esfarela e dura o dia inteiro no lugar. Dá um volume fantástico, acompanhado de alongamento, com uma fórmula com efeito final igual à prima que não é à prova de água. É uma máscara que vai melhorando com o uso pois, quando a fórmula espessa, dá ainda mais volume e deixa as pestanas mais bonitas. A escova é grossa e de plástico rígido com pequenos "piquinhos" que acumulam produto entre eles, tal como quase todas as máscaras da marca.

5/5 estrelas - excelente!
Se souberem onde se vende disto sem ser no ebay ou na amazon agradeço, e acreditem em mim, comprem uma para vocês também, que não vão querer mais nada.

terça-feira, 17 de Junho de 2014

Look do dia - Foi casamento!

Depois do post anterior em que falei de maquilhagem a levar para casamentos com exemplos e tudo a que têm direito, aqui fica o meu look para o casamento a que fui mais recentemente, de uma das minhas melhores amigas e que foi um arraial. Como tal, foi um casamento mais liberal do que os casamentos tradicionais.

Como o meu vestido era preto, levei acessórios em dourado após consulta com a melhor consultora de imagem de sempre, a Diana Vinha (ahah obrigada <3), uma clutch da Blanco e umas sabrinas creme (simplesmente porque são as únicas que tenho que sabia que ia aguentar a noite toda). Como sou tremendamente picuinhas e há poucos cabeleireiros em quem confio verdadeiramente, fiz o meu próprio penteado também, ao meu gosto: meio desmanchado.



Está desfocado, eu sei, mas tentem tirar foto à parte de trás da vossa própria cabeça e percebem porquê em 5min


Fiz exactamente o que vos aconselhei e usei quase todos os meus favoritos da vida:

- Primer: na zona T usei o Becca Resurfacing Primer, nos pontos altos o By Terry Detox and Rescue (porque eu não bato bem, ninguém normal usa dois primers);
- Base: a minha favorita para momentos Kodak, a Lingerie de Peau da Guerlain;
- Iluminador: Becca Shimmering Face Perfector em "pearl". Mas existe algo mais para ocasiões de glamour?
- Bronzer: Uma novidade por cá, este Clarins Colours of Brazil Summer Bronzing Compact* está-se a tornar num dos favoritos de sempre.
- Corrector: Clarins Instant Concealer, mais uma vez, o melhor que cá tenho e já usei;
- Blush: Shiseido "b5 deepest rose", um dos meus blushes preferidos de sempre e dos mais usados;
- Olhos: Eyeliner Inglot em gel "11" o eyeliner mais à prova de água que já vi na vida, marquei o côncavo já não me lembro com o quê, usei ainda o Rimmel Scandaleyes em "nude" na linha de água e como máscara a Covergirl LashBlast 24h;
- Lábios: Deliniei os lábios com o Acqua lip da Make up Forever e preenchi com o Chanel Rouge Allure em "104 Passion";
- Sobrancelhas: o quase omnipresente por aqui Acqua Brow da Make up Forever.

No cabelo, comecei por fazer uma espécie de "Banano" (French Twist, se quiserem o nome sofisticado), só que entretanto coloquei demasiados ganchos e até gostei do efeito, por isso continuei ahahah (super metódico, eu sei) e finalizei com a laca Elnett texturizante (leopardo ahah, a sério equipa de marketing da L'Oréal? Vocês conseguem melhor...) que me deixou o cabelo semi despenteado e com textura, como eu gosto.

Assim ficou uma coisa meio certinha meio descontraída, certinho na maquilhagem e descontraído no resto!

segunda-feira, 16 de Junho de 2014

Vou a um casamento, e agora?

Só elementos do género feminino compreendem o pânico nu que sentimos quando vemos aquele casal que andava no vai-não-vai para casar tocar-nos à porta com um convite na mão. Na nossa mente percorremos imediatamente o nosso guarda-roupa em pensamento e pensamos "Raios!!! Não tenho nada que vestir/ que me sirva/ que ainda não tenha sido visto por aquele grupo de pessoas!!". Percorremos freneticamente as lojas e lá desencantamos um vestido que é invariavelmente sempre mais caro do que tínhamos antecipado, desencantamos mais uns sapatos que sabemos que nos vão chacinar os pés, uma clutch algures que já nem nos lembrávamos que tínhamos. Marcamos cabeleireiro e pronto. Ufa. Espera, e a maquilhagem??!!

Primeiro passo: contemplar a gaveta da maquilhagem e ver o que têm para trabalhar. Tenho 4 conselhos para vocês:

1- A vossa zona de conforto é só vossa. Por mais que vos digam que ficavam mesmo mesmo lindas era com um smokey eye preto, há muita gente que não se consegue ver ao espelho assim. Usem o que vos faz sentir bonitas, pouco importa a temática do dia;
2- Tirem um pouquinho de tempo para dedicar à maquilhagem nesse dia, nem tudo corre sempre bem à primeira;
3- E falando nisso, quanto maior for a novidade, menor a probabilidade de correr bem. Ou seja, este não é um dia para experimentar aquela sombra brutal nem aquela técnica que viram no youtube. Se querem fazer algo novo, sugiro que pratiquem com antecedência, sorte de principiante existe, mas não é frequente;
4- Analisem a temática do casamento: se for algo etéreo e leve, a maquilhagem (e a indumentária) deverá condizer, assim como se for um casamento na praia, mas já será diferente se o casamento for um arraial, etc. No final, deve existir harmonia na temática.

Preparação da pele:

Nesse dia ou no dia anterior, façam uma máscara esfoliante seguda de uma de hidratação, nenhuma maquilhagem fica bonita sobre uma pele mal tratada. Sigam com os cuidados de pele normais que costumam ter.

Apliquem um primer pois, se há dia em que é necessário que a maquilhagem dure bastante e com bom aspecto, é quando vão ser fotografadas durante todo o dia. Na escolha da base, não escolham nada que tenha um SPF superior a 20, pois vai reflectir com o flash durante as fotografias, dando a ilusão de que a vossa cara é mais clara que o resto. O mesmo se aplica para todos os correctores com caneta e pincel ao estilo do touche eclát da YSL, abortar nesse dia! Utilizem um corrector que não seja iluminador e apenas onde vêm sombra no vosso olho (ou seja no canto interno e descendo um pouco até onde o olho faz sombra). O look panda invertido também não é algo que queiram conservar num album de família. Se forem usar blush em pó, apliquem o pó neste passo. Aconselho blush em creme se não têm muitos pincéis nem muita prática, pois é fácil de aplicar e o efeito é mais natural, tenham é em atenção à quantidade, começem com pouco e vão construíndo a cor.


Olhos:

Aqui começamos a entrar nas zonas de conforto de cada pessoa. Se não estão acostumadas a usar maquilhagem no dia-a-dia, sugiro algo simples, comprem um trio ou um quad de tons que gostem e vos fiquem bem e tentem aplicar da maneira clássica que vem mencionada na embalagem, aconselho prática prévia também e não se esqueçam da linha de pestanas inferior onde podem colocar um lápis. Exemplos de combinações eternas:


Nunca se esqueçam do primer antes da sombra em pó. Se estiverem a olhar para isto e a pensar "isto é demasiado ninja para mim!", sem pânicos, podem usar apenas uma sombra e ficará óptimo na mesma, não se esqueçam de a esfumar com um pincel fofo apenas. Se estiverem à vontade com o eyeliner, apenas eyeliner sozinho ou a complementar um smokey eye fica elegante sempre, se não estiverem, mais uma vez, esta não é a ocasião para experiências. Completem com máscara de pestanas à prova de água.


As duas sombras individuais que mostro acima são absolutamente à prova de nabice, e são daquelas que parece que fizeram muita coisa quando nem por isso. Os trios da Wet n Wild podem ser encontrados no Maquillalia.com ou no Primor.eu, por exemplo.

Lábios:

Quanto aos lábios, mais uma vez, tudo depende também da vossa zona de conforto. Eu, por exemplo, estou habituada a ver-se com cores vivas, por isso a mim não me causa qualquer constrangimento ver-me de batom forte, mas percebo que à maioria das pessoas possa causar. Se optaram por olhos mais escuros no passo anterior, talvez seja melhor optarem por um batom mais suave, ou se não estão habituadas. Mas, mais uma vez há que experimentar pois já me aconteceu imensas vezes ter um batom pensado para uma maquilhagem e achar que ia ficar perfeito, quando me apercebo que fica carregadíssimo e "too much".


Não se esqueçam também que nem todos os vermelhos são iguais, se quiserem levar um vermelho, mais escuro é mais clássico e uma aposta mais segura, mais aberto e a puxar para o laranja, apesar de muito bonito também, não é tão universal. Sugiro ainda um lápis delineador de lábios, pois ajuda o batom a durar mais e a que a aplicação seja mais perfeita.


Portanto, pensem no casamento no que levam vestido e no tema, e treinem antes do dia! Este post foi uma abordagem simples, com produtos a preços acessíveis (nenhum passa dos 15€, se não estou em erro) e não, a Rimmel não me patrocina, só acho que eles têm das relações qualidade/preço mais jeitosas do momento.