quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Destaque da semana #6 - John Frieda Anti-Frizz Shampoo



Eu, frisada, me confesso. O meu cabelo tem umas ondas super engraçadas, até que duas moléculas de água façam contacto com ele e aí começa a loucura.

Apesar de usar um produto de styling anti-frizz sempre (para não reviver diariamente aquelas fotos da escola básica que assombram os meus pesadelos capilares), nas alturas mais húmidas, há que fazer tudo ao meu alcance, porque é fácil acabar com um halo à volta da minha cabeça de cabelo espetado.

É aí que entra a linha do senhor John Frieda, bless his soul. Uma linha inteira para quem sofre, como eu, deste problema. Um produto que é menosprezado, mas que noto que é dos que faz mais diferença no resultado final é o champô e qualquer um destes dois faz um trabalho magnífico. Aqui mostro a variedade para caracóis e para cabelo seco, que noto ter ainda mais silicones e deixar o cabelo mais liso e mais brilhante.

A melhor parte? São bastante baratos e não me irritam o couro cabeludo (embora só estejam disponíveis na Boots.com, no Feelunique.com ou em certas parafarmácias como o Cocooncenter). Aviso no entanto a quem tem cabelo muito fino, talvez queiram evitar a variedade de cabelo seco, porque de facto pesa um pouco no cabelo.

Habitantes permanentes da minha banheira, um de verão (caracóis) e um de inverno (cabelos secos).

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Das falácias #2 - O que é uma toxina, alguém que faz detox me sabe explicar???

Falácia: "Ai comi tanto, amanhã faço um detox!!! Ando cheia de toxinas!!"

Há poucas coisas que me enervem tanto como a história das toxinas. Não sei ao certo quem foi o primeiro idiota a dizer que o nosso corpo não elimina toxinas e que se comermos o nosso peso em espinafres desfeitos, as expulsamos de dentro de nós qual demónio exorcisado. Suspeito que terá sido o Dr. Oz mas, na minha opinião ele é a fonte de alguns males do mundo (inclusive algumas guerras e pequenos conflitos, devido à estupidez que espalha convictamente) e enviado para semear a ignorância entre as pessoas que acreditam em alguém porque tem o Dr antes do nome, mesmo que se chame Oz.


Ora bem senhoras e senhores, vamos começar pelo início, o que é uma toxina? Alguém aí em casa me pode responder?

Não, não está no vosso intestino e não, não está no vosso rabo. As toxinas são substâncias produzidas por bactérias para atacar o sistema imunitário durante uma infecção. Ou seja, se alguém está cheio de toxinas, é porque tem uma infecção. E não, não são os espinafres que as vão atirar cá para fora, santa paciência. Temos uma coisa magnífica que se chama sistema imunitário e que trata disso. E quando ele falha temos outra coisa bestial que se chama anti-bióticos que matam o bicho caso ele não morra a bem.

Não quero com isto dizer que uma alimentação rica em vegetais não seja essencial para uma boa saúde ou que sumos de vegetais sejam maus (eu pelo menos gosto), mas não vamos chamar obra-prima à prima do mestre de obras, boa?

Sobre o que as pessoas querem falar normalmente quando vêm com este tremendo disparate das toxinas é na verdade de stress oxidativo (já expliquei o que é, vão ler se desejarem) e de bioacumulação, que é o processo de acumulação de certos compostos que não nos fazem falta, não conseguem ser excetados e ficam aqui. Mas estes compostos são coisas como o chumbo ou o amianto, não são coisas em todo o santo lado.

Bebam um chá de camomila, comam um chocolate, relaxem e vivam a vida. Vamos todos morrer, isso é certo, esperemos que seja o mais tarde possível, mas se continuarem os pânicos colectivos dos agora-descobriu-se-que-as-toxinas-estão-também-nos-legumes aí sim, encurtam a esperança média de vida.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Wishlist Fevereiro

wishlist fevereiro


Ainda na euforia consumista pós-natalícia, apresento-vos a minha wishlist de coisas que eu gostava bastante que viessem morar cá para casa no mês de Fevereiro. Suspeito que duas virão porque preciso delas, mas acho que os meus muitos perfumes não se acabarão para já, pelo que não são necessidades "urgentes" (como se alguma aqui fosse).

1- Mizon Starfish eye cream - Cheira-me que este ano será dedicado à cultura cosmética coreana em plena loucura. E eu quero fazer parte, se faz favor. Este creme tem uma formulação fantástica e tenho os cremes de olhos a acabar. Mais desculpas não arranjo;

2- Giorgio Armani Sí eau de parfum - Doce, mas elegante e crescido. Possível? Yes, indeed. Dos únicos perfumes com baunilha de que já gostei até hoje. Se calhar é o cassis, se calhar a rosa e a frésia, ou o ambroxano e a madeira, mas isto é interessante, e eu costumo achar estes lançamentos fabricados para agradar a to-da-a-gen-te uma seca;

3- Mizon AHA & BHA toner - Alguém disse ácidos? Sabem que eu gosto de ácidos. Eu preciso de ácidos na minha vida. Estes parcem-me do melhor que há. A ver vamos;

4- Balenciaga Paris - Estou a chegar àquela fase da minha vida em que já é OK usar os perfumes de que sempre gostei: perfumes de Senhora. Violeta e coisas belas, este perfume para mim é dos epitopos de sofisticação.

E é isto, para agora.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Destaque da semana #5 - État Pur Glabridine




Fico sempre extremamente impressionada cada vez que pesquiso o que quer que seja sobre esta marca, este activo não foi excepção! A glabridina foi uma molécula recentemente sintetizada de uma planta (Stephania glabra ou no extracto de Alcaçuz) e cuja actividade antibiótica é superior a alguns anti-bióticos de largo espectro. É um flavonóide que inibe a melanogénese (produção de melanina) através da inibição da enzima que a produz, a tirosinase.

Possui uma maior eficácia face na inibição da melanogénese face ao composto de referência ácido kójico e uma maior tolerância quando comparada com este. Tem uma elevada eficácia mesmo sobre o melasma (sim, aquelas manchas horríveis que parecem uma tatuagem de bigode, inclusivé).

Tem uma textura oleosa (quem não aprecia, prepare-se) e deve ser usado 3 meses após aberto, pois por ser um isoflavonóide oxida-se com rapidez.

O meu grande problema foi tentar fazer com que a minha mãe usasse isto (ela tem melasma), só que texturas oleosas não são a praia dela e depressa foi parar ao fundo da gaveta, como tanta coisa que lhe ofereço. Eu resgatei-o e começei a usá-lo, pois estava com algumas manchas de borbulhas que tive há uns meses. E efectivamente funciona, minha gente.

Eu que recebo uns 3 e-mails por semana a perguntar-me qual o melhor sérum anti-manchas e eu costumo responder o da Caudalie, mas este é muito muito bom também (arrisco-me a dizer sublime, tivesse eu tido oportunidade de o usar desde a abertura). 

Chato chato? Não se vende por cá, ainda. Mandei vir este do Showroomprivé aquando da venda da État Pur. Aguardemos irmãs e, quando ela regressar, saltemos-lhe em cima!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Favoritos de maquilhagem de 2014




Produtos mencionados:

Primer: Laura Mercier Radiance Primer (Space NK);
Base: By Terry Sheer Expert (Space NK);
Corrector: Clarins Instant concealer (Perfumarias);
Corrector iluminador: By Terry Touche Veloupté (Space NK);
Primer olhos: Urban Decay Primer Potion em "anti-ageing" (Sephora);
Iluminador: Becca Shimmering Skin Perfector em "pearl" (Space NK);
Sobrancelhas: Make up Forever Acqua Brow (Sephora);
Máscara de pestanas: Covergirl Lashblast mascara (Amazon, sorry);
Bronzer: Clarins Colours of Brazil poudre soleil visage (Perfumarias);
Contorno: Kevyn Aucoin Sculpting Powder (Beautybay.com);
Blush pó: Nars blush em "sin" (Nars.eu);
Blush creme: Becca Beach Tint em "watermelon" (Space NK);
Pó: By Terry Hyaluronic Hydra Powder (Space NK);
Sombra em creme: Maybelline color tatto em "on and on bronze" (Supermercados);
Sombra individual: Burberry Sheer eyeshadows (qualquer uma, desafio-vos a errar) (Douglas);
Paleta de sombras: Guerlain écrin 4 coleurs "les fumés" (Perfumarias);
Lápis de ohos: Essence gel eye pencil (qualquer um mais uma vez) (Drogarias e Wells);
Eyeliner: Catrice liquid liner em "dating Joe Black" (Drogarias e Wells);
Batom líquido: Shiseido lacquer rouge "RD203" (Perfumarias);
Batom cremoso: Rimmel Lasting Finish by Kate Moss "02" (Supermercados);
Bálsamo de lábios: Revlon Just Kissable Balm stain em "crush" (na Revlon ou Kitchen);
Batom mate: Guerlain Rouge G l'extrait em "luxure"(Perfumarias).

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Das falácias #1

Mitos, disparates, histerias colectivas. Todos as cometemos e andamos por aí muitas vezes desinformados e convictos de tal desinformação (quantas vezes me acontece). Mas todos temos coisas que nos fazem arrepiar, Vou partilhar as minhas aqui e ali.

Falácia: "Olha que a pele não respira!!!!"

Epá, não.

Pois não, não respira nem com creme, nem sem ele, porque os únicos animais que respiram pela pele são os anfíbios!! Nós, como bons mamíferos que somos, temos umas estruturas ligeiramente mais sofisticadas a que chamam pulmões, para o fazer. A respiração é o processo de trocas entre oxigénio e dióxido de carbono, exclusivamente, o que queriam dizer em vez de respirar é na verdade transpirar (palavra que se tornou tabu na cultura ocidental por ser associada a falta de higiéne). No entanto, transpirar caracteriza o processo de libertação de água de um organismo para a atmosfera, que é o que nós fazemos na pele.

E porque é que é importante que a pele transpire? Porque a transpiração é um mecanismo de arrefecimento quase perfeito do nosso organismo e por isso é que quem quer que seja que se cubra com um produto oclusivo pode ter complicações de saúde porque vai entrar em hipertermia.

Ouvem-me provavelmente também muitas vezes usar a palavra comedogénico, que será um composto que obstrui algumas glândulas sudoríperas, mas que se refere à obstrução das glândulas sebáceas que formam então comedões e podem mesmo inflamar (olá acne).

Próximo capítulo: a tonteira das toxinas. Me aguardem.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Review - Rodial StemCell Super-food Cleanser

Ora vou começar esta review por dizer que acho que este produto tem um dos nomes mais infelizes da face da terra. MESMO. Passo a explicar porquê. As células estaminais são percursoras de outras células (as mais famosas são as da medula óssea que podem tornar-se em qualquer célula sanguínea) e a ideia de células estaminais na pele, seria que se tornariam em novas células de pele, mas novas. Giro, não? Não, estúpido. Porquê? Por tantas razões:

1) Para se transformarem em células de pele humana, teria de existir uma célula estaminal humana vinda de um cordão umbilical ou placenta humanos. Todas juntas agora: ewww!

2) Como espalhar bocados de cordão umbilical e placenta humanos no rosto é ilegal (e vai contra tudo...) tiveram a brilhante ideia de usar células estaminais vegetais. Fixe, pensaria uma pessoa, tudo é melhor que esfregar plantas que cordões umbilicais. Só que as células estaminais de plantas transformam-se em células específicas de cada parte da planta. O que todos nós precisamos é de células de rizoma a crescerem-nos na bochecha, não é verdade?

3) E mesmo que tudo isto corresse bem (que não corre) as células estaminais atiradas para um creme e espalhadas na pele não estão propriamente no seu meio preferido de crescimento, até porque os processos de produção de um creme envolvem aquecimento e mais uma série de coisas que as células não toleram lá muito bem.

Percebem a parte das células estaminais ser retardada? E depois ainda há a parte do "Superfood" em que só me pergunto: o quê e para quê? Tantas perguntas, tantas respostas idiotas.

Passando a estupidez profuuuunda da equipa de marketing ao nomear o produto à frente, vamos falar do conteúdo do boião, porque no fim do dia é isso que me importa. Este é um creme de limpeza rico, cheio de óleos dos bons como de rosa mosqueta, romã, rosa multiflora, marula, várias ceras sintéticas de boa qualidade, manteia de cacau, um ou outro humectante e um nadinha de ácido láctico no fim para o produto não se tornar comedogénico. No geral, uma formulação irrepreensível, só tenho pena que os pózinhos das células estaminais estejam a aumentar o preço sem fazer nada por mim.

  • Aqua (Water), Capric/Caprylic Triglyceride, Theobroma Cacao (Cocoa) Seed Butter, Cetearyl Alcohol, Cetearyl Ethylhexanoate, Glyceryl Stearate, PEG-100 Stearate, Cera Alba (Beeswax), Glycerin, Phenoxyethanol, Benzyl Alcohol, Xanthan Gum, Rosa Canina Fruit Oil, Propylene Glycol, Rosa Multiflora Cera, Punica Granatum (Pomegranate) Extract, Sclerocarya Birrea Seed Oil Polyglyceryl-6 Esters, Tocopherol, Parfum (Fragrance), Disodium EDTA, Ethylhexylglycerin, Dehydroacetic Acid, Triethanolamine, Isomalt, Rhododendron Ferrugineum Leaf Cell Culture Extract*, Lecithin, Sodium Benzoate, Lactic Acid, CI 17200 (FD&C Red No. 33), Aplha-Isomethylionone, Citronellol, Limonene.
*Células estaminais

O produto é muito agradável de utilizar, é um bálsamo grosso com cheiro a rosas, bastante cremoso e que não se transforma em óleo. Aconselho no entanto a que seja removido com um pano de musselina ou toalha por tender a deixar um pouquinho de resíduo para trás. É inútil tentarem remover rímel com ele, não ajuda ou pouco ajudará, este é um produto para limpeza de pele, não um desmaquilhante per se (embora possa ser usado para desmaquilhar a pele).

5/5 estrelas - excelente!
Eu comprei o meu no Showroomprivé numa campanha com um desconto ridículo, mas digo-vos que vale o preço completo.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Vídeo - Compras massivas dos últimos tempos





Produtos mencionados por ordem de menção:

- Real Techniques Nic's Picks (no lookfantastic);
- Oxelio Topique pommade (em farmácias francesas);
- ANNY "icy chocolate" - na Perfumes & Companhia;
- Kevyn Aucoin lash curler - no Space.NK
- Madina cheek and shine highlighter stick illuminate - na loja online da Madina (com porter obscenos);
- Clarins Rouge Eclát em "coral pink" - em perfumarias;
- NYX matte lipstick em "strawberry daiquri", "whipped caviar", "alabama" e "merlot" - no e-beautycare por exemplo;
- NYX matte lip creme "São Paulo", "Antwerp" e "Amsterdam";
- NYX butter gloss "créme brûleé" e "apfel strudel";
- NYX cream blush "rose petal";
- NYX lip liners "fuscia" e "orange";
- NYX wonder pencil "light";
- Nars Audatious Lipstick em "Raquel" - no site europeu da Nars;
- Nars blush em "sin";
- Nars creamy concealer em "vanilla";
- Maybelline "the eraser anti.manchas" - no feelunique.com por exemplo;
- Kiehl's Advocado eye cream - em lojas da marca;
- Kiko Intense Peling toalhitas - na kiko;
- Kiko Long lasting eye pencil em "33";
- Kiko lasting gel eyeliner;
- Essence gel eye pencil waterproof - na Wells;
- Sesderma kit C-vit sérum + creme - Dermofarma.es;
- Ole Henriksen Merry and Bright duo - lookfantastic.com;

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Destaque da semana #4 - Clarins Éclat Minute Huile Confort Lèvres

Voltou o destaque da semana! Esta semana estou a amar uma novidade que chegou até mim recentemente, o Clarins Éclat Minute Huile Confort Lèvres*. Parece que a "próxima grande cena" (para quem não conhece, é o nome de uma rúbrica da Vodafone FM, daí as aspas) são os óleos de lábios. 

O primeiro a surgir foi o da Hourglass e agora vão pipocando aqui e acolá, como é costumário, sendo que a Aésop também tem um.


Falando deste óleo em específico, existe em duas cores, esta que vêem em "honey" e outra em "raspberry" que é um pouco rosado. E o que é perguntam vocês? É um óleo que pode ser usado como hidratante labial e que tem óleo de avelã, de jojoba e de mirabelle. É coisa boa, é coisa óptima! Deixa os lábios hidratados, sem peles soltas, como bónus tenho a acrescentar que sabe bem!

Ainda não chegou às lojas, mas para o mês que vem creio que estará à venda por essas perfumarias fora, por cerca de 20€ (se o preço francês é indicativo).

Para quem gosta de bálsamos labiais porque tem lábios secos e gosta de novidades, este é um investimento excelente!

*Produto gentilmente oferecido pela Clarins para review.